Justino e a Bíblia

Acompanhe esta interessante conversa, sobre a justificação, entre a Bíblia e nosso amigo Justino*.

Bíblia: “Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus?” (1Coríntios 6.9).

Justino: “Ah, beleza, só os injustos vão para o inferno, eu não devo ser injusto, pois não faço nada de tão ruim”.

Bíblia: “Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer” (Romanos 3.10).

Justino: “Opa, calma aí, deixa ver se eu entendi bem: só os justos vão para o céu e ninguém é justo? Bom, então vou começar a fazer obras de justiça, assim devo me tornar justo”.

Bíblia: “Somos como o impuro — todos nós! Todos os nossos atos de justiça são como trapo imundo. Murchamos como folhas, e como o vento as nossas iniquidades nos levam para longe” (Isaías 64.6). E digo mais, “o homem não é justificado por obras da lei… pois, por obras da lei ninguém será justificado” (Gálatas 2:14).

Justino: “Mas assim fica difícil. Eu não sou justo, não posso me justificar por minhas obras, pois Deus as vê como trapo de imundícia e nenhum injusto irá para o céu. Então estou perdido, miserável homem que eu sou! Não tem solução?”.

Bíblia: “Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo” (Romanos 5.1). Sabendo que: Cristo… “foi entregue por causa das nossas transgressões e ressuscitou por causa da nossa justificação” (Romanos 4.25). “Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé, independentemente de obras da lei” (Romanos 3.28).

Justino: “Agora eu entendi. Graças a Deus, por Jesus Cristo nosso Senhor! Eu era injusto, não ia para o céu e era incapaz de me justificar. Mas Cristo na cruz, morreu por mim e eu creio nesse sacrifício. Fui justificado, agora minha morada no céu é certa”.

Bíblia: “Vai, a tua fé te salvou” (Marcos 10.52).

E Justino, jubiloso, seguiu seu caminho (Atos 8.39).

Rodrigo Brilhante

(aluno IBP)

*Esclarecimento: Justino foi um nome fictício. Caso algum leitor tenha esse nome, não se ofenda, mas creia em Jesus e seja justificado ;)

Share on Facebook0Share on Google+0

One thought on “Justino e a Bíblia

  • 16 de junho de 2016 at 09:25
    Permalink

    Muito esclarecedor. Parabéns!!!! Continue firme no Senhor e a fonte jamais se esgotará!!!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>